Voltar

Enviar Mensagem

Voltar
Titulo

Design Gráfico

Belo Horizonte, Minas Gerais Membro desde: 09-Nov-2011 Último login: 21-Fev-2018 Disponível para novos projetos
  • Estrelas613
  • Visitas39865
  • Portfólio 11
  • Trabalhos 104
e-mail lauracbarreto@gmail.com

LAURA BARRETO

PRINCIPAIS TRABALHOS Ilustrações com técnicas variadas, livros, embalagens, identidades visuais, papelarias, calendários, projetos exclusivos, joia premiada no maior concurso de joias em ouro do mundo (2010), projeto de livro integrante do catálogo oficial da principal feira internacional de livros infantojuvenis (2013). Dez anos de experiência em Design Gráfico. PRÊMIOS • Finalista do concurso AngloGold Ashanti AuDITIONS Brasil 2010 com a joia "Colar Nós" • Seleção oficial do Bologna Children's Book Fair 2013 com o projeto e ilustrações do livro “De repente, repente” publicado pela Editora RHJ. UFMG | Artes Visuais | Bacharelado em Artes Gráficas | Ano de formatura: 2009 IDIOMAS Português, Inglês, Italiano, Espanhol.

LAURA BARRETO

Design Gráfico

Belo Horizonte, Minas Gerais

Mensagem + Titulo

EMBALAGENS


Visualizações:
2823
Trabalhos:
11

REFORMULAÇÃO DE TODAS AS LINHAS DE EMBALAGENS DA NAZINHA Vou começar a contar o caso com uma frase da professora, que por fim se tornou minha orientadora, Fernanda Goulart, na minha primeira aula sobre o assunto: "Embalagens não são para esconder o que contém, mas para revelar". É uma indústria de biscoitos de médio porte de Minas Gerais. O que esse cliente desejava era praticamente impossível. Eles têm produtos diferenciados: sem lactose, glúten ou gorduras trans. No entanto eram vendidos como se fossem biscoitos comuns. Além do que esses biscoitos são produtos "tradicionais" de Minas, apesar de serem vendidos para outros estados, levam na essência esse tom de "regional". Tentavam sem muito sucesso uma inserção no mercado de produtos especiais, elaborados para pessoas com necessidades nutricionais diferenciadas. O público mais volumoso era da classe C. Eles não queriam nem podiam perder esse público, mas tinham necessidade de entrar nesse mercado especial. Encontrei uma solução: A única coisa que poderia conectar todos os pontos discordantes desse briefing seria a simplicidade, concluí. A partir deste ponto comecei a pensar em elementos para trazer essa ideia para o layout. Pensei que deveria destacar os ingredientes (que passariam a figurar como o motivo da padronagem no fundo de todas as embalagens), usar uma paleta restrita bastante harmoniosa, delicada e elementos que configurassem uma identidade semelhante para todo o conjunto de produtos, não só para uma linha, mas que pudessem ser "customizados" sem perder a ideia de conjunto. Então decidi pelo uso de um rótulo com uma faixa e janelas bastante abertas para valorizar a boa aparência dos produtos. Para as linhas salgadas o rótulo simples, para as doces um "babadinho" como aqueles biquinhos de pano de prato que nossas vovós conhecem tão bem e uso de transparências para dar a ideia de uma renda, crochê, esses mimos que guardam em si histórias de família, carinhos e caprichos de moças prendadas. O uso prioritário de 6 cores também reduz custos e torna a embalagem mais sustentável. Além de aumentar significativamente as possibilidades de escolha de fornecedores. pois são em maior quantidade os que trabalham com apenas 6. Foi difícil porque apenas a marca deles já consumia 3 cores, mas conseguimos esse resultado em quase todas. Um parêntese é que sempre desconfiei dessas ideias sobre as preferências dos públicos para justificar projetos mal elaborados para as classes menos abastadas. Podem ter outros elementos em destaque e tudo mais, mas nunca entrou na minha cabeça que isso explicasse um mau projeto "proposital". Ou também os exageros para produtos para A e B. Não gosto de duvidar da inteligência e percepção dos outros. E nós, profissionais da imagem, temos também a tarefa de tornar acessível e literalmente "visível" toda essa semiótica, ergonomia, estética que estudamos à exaustão. Tudo isso são coisas que podem ser divulgadas em qualquer mídia, inclusive uma embalagem de biscoito. Como dizia uma professora da EBA: "Escolhas estéticas são escolhas políticas". Por fim, depois de muitos testes e trocas de ideias com o cliente, acompanhamento de impressão em outro estado... Chegaram as bobinas impressas. Um funcionário as levou para a produção e foram se enchendo de biscoitinhos gostosos. Quando trouxeram para nós vermos foi uma deliciosa surpresa, gostamos muito! ps.: a parte de baixo da embalagem é um pouco desproporcional no 3D, que foi feito com base na medida do layout. Parece muito "alta", mas é proposital, pensando na acomodação do pacote na prateleira, para não sumirem informações importantes ou ficar mal posicionado.

PRINCIPAIS TRABALHOS Ilustrações com técnicas variadas, livros, embalagens, identidades visuais, papelarias, calendários, projetos exclusivos, joia premiada no maior concurso de joias em ouro do mundo (2010), projeto de livro integrante do catálogo oficial da principal feira internacional de livros infantojuvenis (2013). Dez anos de experiência em Design Gráfico. PRÊMIOS • Finalista do concurso AngloGold Ashanti AuDITIONS Brasil 2010 com a joia "Colar Nós" • Seleção oficial do Bologna Children's Book Fair 2013 com o projeto e ilustrações do livro “De repente, repente” publicado pela Editora RHJ. UFMG | Artes Visuais | Bacharelado em Artes Gráficas | Ano de formatura: 2009 IDIOMAS Português, Inglês, Italiano, Espanhol.

© Portfólio online de LAURA BARRETO.